segunda-feira, 27 de abril de 2009

O Beija-Flor

O beija-flor

Tuc...tuc..tuc...

tuc...tuc...tuc....

Um dia desses eu estava na área da minha casa e escutei esse som.... olhei para todos os lados para identificar de onde vinha essa sonoridade que inspirava curiosidade.... olhei... olhei... para baixo..... para cima.... para a direita e para a esquerda.... daqui a pouco olhei novamente para cima e percebi que era um beija-flor. Ele tentava buscar uma saída, voava um pouco e batia o bico no teto... tuc...tuc.. tuc....


Parei o que eu estava fazendo e fiquei por alguns fantásticos instantes observando aquele pequeno, belo e encantador ser.... vi que ele dava pequenas voltas, voltas e mais voltas e retornava para o mesmo lugar, para a tesoura (madeira que dá base para o telhado). Ele voa em círculos para a esquerda e retornava ao mesmo lugar. Porém, a saída estava para a direita....


Em um dos momentos, ele chegou a dar uma pequena volta para o lado direito e eu falava: – isso!! É por aí... vai mais um pouco que você vai conseguir, vamos lá!!!! Você vai encontrar a saída, vai lá!!! Mas ele continuava dando as suas voltas.....Em um breve espaço de tempo, pensei em pegar um cabo de vassoura e ajudá-lo a encontrar o caminho....


No entanto, pensei que essa situação .... para mim, foi uma grande metáfora.... uma revelação linda.... vi que eu também já tinha vivenciado em alguns momentos em minha vida situação semelhante.... Achei que eu não deveria interferir no processo dele... entendi que ele teria um caminho para ser vencido....e eu não poderia interferir no seu livre-arbítrio e na sua trajetória....


Pensei naquele instante o que o plano espiritual queria me mostrar e mostrar para as pessoas com as quais estou compartilhando essa experiência... o beija-flor tem à sua disposição um imenso jardim, com flores lindas, de todos os tamanhos, cores e aromas.... mas ele estava ali... trancado, dando voltas sem poder usufruir de toda a beleza que foi criada para que ele abundantemente pudesse usufruir...

E isso acontece conosco também.... precisamos estar atentos.... há um imenso jardim a nossa disposição... é necessário nos esforçarmos para encontrar o caminho.... as vezes até podemos pedir ajuda, auxílio.... aí sim, daremos a permissão para que alguém nos alcance a mão ... afinal, somos seres gregários e estamos interconectados....


tuc...tuc... tuc...

Esse som já não é o mesmo do início dessa experiência.... Pare um instante só...óhhhh.... permita-se um minuto de silêncio.... ouça... tuc...tuc...tuc... esse é o som do seu coração... que certamente estará lhe proporcionando um novo embalo nesta grande dança que é a VIDA!!!! tuc...tuc... tuc.... permita-se escutar e produzir novos sons! novas experiências! nova vida! vida nova!

Simone S. Lopes - 27.04.2009

6 comentários:

  1. Bravo, Simone!
    As luzes nos chegam de todas as formas. Soubeste ver.
    Beijo.

    Sandra

    ResponderExcluir
  2. Legal, Simone.
    Obrigada por relembrar-nos q, muitas vezes, tem uma opção q não estamos vendo... ;)

    ResponderExcluir
  3. Linda reflexão Si!
    Isso nos faz pensar em qtas vezes Deus tem planos maravilhosos e grandiosos para nossas vidas, mas nós querendo ter "controle" das situações acabamos percorrendo caminhos errados... cansamos, erramos, e muitas vezes só enxergamos nosso erro qdo já fizemos tudo errado! MAs pela graças e misericórdia de Deus,
    Ele nos dá uma nova chance... todos os dias Deus nos dá nova chance!
    Bjs, Chai.

    ResponderExcluir
  4. Às vezes nos encontramos numa situação tão angustiante que não nos damos conta da infinidade de possibilidades que temos para vencer esta barreira. Nessas horas, temos que lembra do jardim florido que nos cerca e nos espera, sem perder a fé e a calma. Bjs Pocahontas(ou seria a Uvinha da turma do Moranguinho)

    ResponderExcluir
  5. Marcelo Filgueiras12 de maio de 2009 07:45

    Muito lindo!!! Acho que a grande sacada vida é você conseguir enxergar os pequenos detalhes, é saber tirar das simples coisas ensinamentos que podem lhe fazer uma pessoa melhor. Parabéns!

    ResponderExcluir