quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Devagar, devagarinho!!

Extraordinária a mensagem do Martinho da Vila, publicada hoje na Contracapa da Zero Hora (Roger Lerina). "Todo mundo acha que sou devagar. Mas quem faz as coisas com pressa geralmente não faz bem". Martinho da Vila, cantor e compositor, de 72 anos, tema do documentário Filosofia de Vida – O Pequeno Burguês. Nascido na cidadezinha fluminense de Duas Barras, Martinho não se deixa levar pela loucura da vida contemporânea: "As vezes vejo que preciso desacelerar a vida. Vou para Duas Barras, não leio e-mail, não tenho blog, Facebook... Lá nem telefone pega direito".

Esse trecho é da contracapa de hoje do Segundo Caderno, da ZH.

Concordo com o Martinho da Vila. Devemos buscar o equilíbrio. Às vezes, realmente é preciso desacelerar para ver os detalhes, os encantos e os milagres da vida. Pode ter certeza: eles existem e acontecem! Demorei muito para entender a importância desse gesto. Existe uma ordem natural. É claro que também temos que levantar as mangas e colocar a mão na massa para que fazer as coisas acontecerem. Apesar disso, no entanto, essa possibilidade acontece e se revela lado a lado a uma outra "fonte de energia" que já possui uma ordem natural. Existem coisas que já estão programadas, que devemos passar. A vida tem me mostrado isso. São inúmeras experiências. Acredito que vale a pena refletir sobre isso. Tenho certeza, a vida é extraordinária!!! O que difere é a forma como a vemos, a sentimos e a experimentamos!!

Ótima semana a todos!
Simone S.Lopes

Nenhum comentário:

Postar um comentário